top of page
  • Foto do escritorTNews

Ação Social de Curitiba reforça atendimento à pessoas em situação de rua, com a chegada do frio

Com a chegada da primeira onda mais intensa de frio em 2023, a Prefeitura de Curitiba reforçou os serviços de abordagem social e de acolhimento de pessoas em situação de rua. Com previsão de temperaturas mínimas abaixo dos 8ºC, de acordo com o Simepar, o trabalho será ampliado até a manhã de sábado (23).

A FAS (Fundação de Ação Social) está com nove equipes extras nas ruas e 100 novas vagas emergenciais de abrigo, 80 delas para homens e 20 para mulheres. Com a medida, o município passa a contar com 1.407 vagas para atendimento às pessoas que procurarem o serviço ou forem encontradas desprotegidas nas ruas. Nos acolhimentos, as pessoas em situação de rua podem dormir, além de receber alimentação e ter acesso a local para higiene. A medida acontece antes do início da Ação Inverno da FAS, que vai de 15 de maio a 15 de setembro. Das 18h à 1h, as equipes de abordagem social fazem busca ativa de pessoas nas ruas e também atendem às solicitações que chegam à Central 156. Como acontece desde 2019, os animais de estimação também serão transportados com os tutores para os abrigos. Para isso, a FAS mantém nas kombis caixas para transportar animais de até médio porte. Para esses casos, o acolhimento será feito em unidades que possuem canis. A Prefeitura pede a ajuda da população para proteger as pessoas em situação de rua. A orientação é para que entrem em contato com a Central 156, por telefone, site ou pelo aplicativo Curitiba 156, sempre que avistarem alguém em risco.


Imagem:

Jon Tyson / Unsplash


Fonte:

Assessoria de Imprensa




3 visualizações0 comentário
bottom of page