• TNews

Biometria Cartórios

Em uma iniciativa pioneira no país, o Paraná vai implantar o reconhecimento biométrico nos cartórios do estado. O objetivo é reduzir fraudes e trazer mais segurança jurídica nos processos.

A proposta é que todas as assinaturas de reconhecimento de firma passem por um confronto da biometria, usando como base o banco de dados biométricos do Governo do Estado, que conta com as digitais dos cidadãos que tiraram carteira de identidade ou a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), por exemplo. O protocolo de intenções foi assinado ontem pelo governador Ratinho Junior, o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, Adalberto Xisto Pereira; a presidente da Associação dos Notários e Registradores do Estado do Paraná (Anoreg), Mônica Dalla Vecchia; o controlador-geral do Estado, Raul Siqueira, e o diretor-presidente da Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar), Leandro Moura. Um projeto-piloto já está sendo desenvolvido em dois cartórios, nos tabelionatos do Boqueirão, em Curitiba, e de Bateias, em Campo Largo, mas a ideia é que seja implantado em todos os 1.160 estabelecimentos do Estado. O Paraná tem a maior base de dados biométricos do País, reunido pela Celepar por meio de parcerias com o Instituto de Identificação do Paraná, onde é confeccionada a carteira de identidade; do Detran-PR, responsável pela emissão da CNH; e também com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que tem a base biométrica dos títulos eleitorais. Com essa abrangência, também é possível identificar possíveis fraudes que podem ser cometidas no Paraná por pessoas de outros estados.


Imagem: Metrónomo

Fonte: Agência de Notícias do Governo do Paraná

#tnews #tnewsnoar #radiot #radiotparana #noticiasparana #marceloalmeida #robertacanetti #marlethsilva

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo