top of page
  • Foto do escritorTNews

Campanha do Novembro Azul incentiva vacinação dos homens e prevenção do câncer de próstata

A Secretaria Estadual da Saúde lançou a campanha Novembro Azul, de promoção da saúde do homem, com foco na vacinação. A proposta é sensibilizar a população masculina sobre a importância de ter em dia a caderneta de vacinação e considera o fato de que os homens morrem mais cedo do que as mulheres, em parte, por serem mais negligentes com os cuidados relacionados à própria saúde.

De acordo com um levantamento da Sesa, os homens se vacinam menos do que as mulheres. De 29 milhões de doses aplicadas no Paraná contra a Covid-19, 11 milhões e 700 mil foram em homens acima de 18 anos. O número representa menos de 40% do total. Em relação ao reforço da bivalente, 42% receberam a vacina. A campanha do novembro azul aborda a saúde masculina de forma ampla, mas foi criada com o objetivo de incentivar a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de próstata. Se detectada no início, a doença tem até 90% de chances de cura. O câncer de próstata é o de maior incidência entre os homens e o segundo maior causador de mortes, atrás apenas dos tumores de pulmão. De acordo com o oncologista Carlos Pereira Neto, do Instituto Radion, clínica referência em tratamento do câncer, os fatores de risco são a idade (o tumor é relativamente raro antes dos 50 anos), histórico familiar da mesma doença em pai, irmão ou tio, homens de raça negra e obesos. Já entre os sintomas de alteração na próstata estão dificuldade para urinar, micção frequente, disfunção erétil, presença de sangue na urina, dores pélvicas e nos ossos. O diagnóstico precoce pode ser feito pela dosagem de PSA (Antígeno Prostático Específico) associado ao exame clínico, feito pelo proctologista.


Imagem:

WIX Imagens


Fonte: Assessoria de Imprensa Radion e AEN



11 visualizações0 comentário
bottom of page