top of page
  • Foto do escritorTNews

Censo 2022: número de idosos na população do país cresceu 57% em 12 anos

O perfil de idade da população brasileira sofreu mudanças significativas nos últimos anos. De acordo com novos dados do Censo 2022 divulgados pelo IBGE, há 22.169.101 idosos com 65 anos ou mais vivendo no país. É um número 57,4% superior ao registrado no censo anterior, em 2010.

As mudanças ocorridas ao longo desses 12 anos também são observadas quando analisadas a proporção de idosos sobre a população total. No Censo 2010, as pessoas com 65 anos ou mais representavam 7,4% de todos os moradores do país. Já em 2022, elas são 10,9% da população. Em sentido inverso, o total de crianças com até 14 anos recuou 12,6%. Há 12 anos, os mais jovens respondiam por 24,1% de toda a população. Agora, são 19,8%. Já a proporção da população das faixas etárias intermediárias, entre 15 e 64 anos, sofreu variação pequena. Em 2010, representavam 68,5% do total. Já em 2022, passaram a representar 69,3%. Conforme apurou o IBGE, a idade média da população brasileira aumentou seis anos, saindo de 29 em 2010 e chegando a 35 anos em 2022. O índice de envelhecimento subiu para 55,2. Isso significa que há 55,2 idosos para cada 100 crianças até 14 anos. Em 2010, o índice era de 30,7. Os estados onde há mais idosos são o Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais. O IBGE vem divulgando os dados apurados no Censo 2022 de forma progressiva. Eles servem de base para o planejamento de programas habitacionais, sistemas de transporte e políticas públicas.


Imagem:

SETI-AEN / PR


Fonte:



2 visualizações0 comentário
bottom of page