top of page
  • Foto do escritorTNews

Colheita e venda do pinhão estão liberadas no Paraná

O pinhão está liberado para colheita, venda, transporte e armazenamento desde o último sábado (1º) em todo o Paraná. O Instituto Água e Terra (IAT) lembra que apenas pinhões maduros ser comercializados. A multa para quem vender pinhão verde é de R$ 300 a cada 50 quilos apreendidos, além da responsabilização por crime ambiental.

As normas e instruções de comercialização do pinhão têm como objetivo conciliar a geração de renda e proteger a reprodução da araucária, que é uma árvore ameaçada de extinção. As pinhas imaturas têm casca esbranquiçada e alto teor de umidade, o que favorece a presença de fungos, que tornam o pinhão tóxico para o ser humano. Se ingerido, o pinhão verde pode prejudicar a saúde com problemas como a má digestão, náuseas e episódios de constipação intestinal. Também não é permitida a venda de pinhões trazidos de outros estados. A safra começa em abril e normalmente se estende até junho.


Imagem:

Mauro Scharnik / IAT


Fonte:




9 visualizações0 comentário
bottom of page