top of page
  • Foto do escritorTNews

Copel registra cinco acidentes com drones pulverizadores na rede elétrica

No último mês, a Copel registrou no Paraná cinco acidentes causados por drones pulverizadores que se chocaram com a rede elétrica. Os acidentes aconteceram na área rural de Palotina, Londrina, Nova Cantu, Formosa do Oeste e Ubiratã, e provocaram, em algumas situações, desligamentos de energia.

De acordo com a Agência Estadual de Notícias, são os primeiros casos de acidentes dessa natureza registrados pela companhia no Estado. Os eventos aconteceram após a publicação da nova Resolução 710/2023 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que simplificou as regras para uso de drones em atividades agrícolas, como na dispersão de sementes, fertilizantes e defensivos nas lavouras. Ao mesmo tempo em que contribui para facilitar o uso de novas tecnologias no campo, a regulamentação demanda maior cuidado e preparação por parte dos pilotos. A colisão de um drone com a rede elétrica, por exemplo, pode provocar queda de energia, causar acidentes com a população e com os profissionais da Copel, além de danos materiais às aeronaves. O primeiro passo é fazer um planejamento detalhado e informar às autoridades sobre o plano de voo, o que no caso dos drones também é conhecido como ‘solicitação de voo’. Para isso, é necessário acessar o sistema Sarpas, em www.decea.gov.br/drone, e inserir as informações. O portal também disponibiliza orientações de uso do espaço aéreo e informações sobre a legislação em vigor.


Imagem:

Albari Rosa / AEN


Fonte:



8 visualizações

コメント


bottom of page