top of page
  • Foto do escritorTNews

Envelhecimento da população vai demandar mais vacinas para idosos

Idosos precisam ser especialmente cuidadosos com a vacinação. O motivo, segundo epidemiologistas que participaram no fim de semana da Jornada Nacional de Imunização, em Florianópolis, é que estar vacinado evita que infecções causem estresse no organismo e desencadeiem problemas que podem se tornar crônicos no idoso. O Programa Nacional de Imunizações (PNI) oferece um calendário específico para essa população, que inclui a vacina pneumocócica 23-valente, que é administrada em idosos acamados ou em abrigos.

Além disso, as campanhas anuais contra a influenza e a vacinação contra a covid-19 são consideradas prioritárias para essa população. O vírus Influenza faz 70% de suas vítimas entre a população idosa. A gripe também pode descompensar doenças crônicas como cardiopatias e diabetes e causar acidentes vasculares. Outra doença que pode comprometer gravemente a qualidade de vida de idosos é o herpes zoster, uma manifestação do mesmo vírus da catapora e varicela, que fica alojado no corpo ao longo da vida e volta a causar sintomas após a velhice, porém com um quadro diferente da catapora. A incidência dessa doença chega a ser de 50% entre os idosos que chegam aos 85 anos de idade, segundo o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC). A vacinação contra a herpes zoster no Brasil só está disponível em clínicas privadas. As informações são da Agência Brasil.


Imagem:

Rafa Neddermeyer


Fonte:



15 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page