top of page
  • Foto do escritorTNews

IAT faz alerta sobre preservação de gambás no período de reprodução

O início da primavera coincide com o período de reprodução dos gambás, animal muito comum atualmente na área urbana das cidades. O Instituto Água e Terra alerta que, nesse período, eles ficam mais vulneráveis e não devem ser atacados.

A médica veterinária do IAT, Fabiana Baggio, explica que, na fase reprodutiva, as fêmeas ficam mais lentas por terem de carregar os filhotes em uma bolsa natural localizada na região do abdômen, o que aumenta a probabilidade de serem vítimas de acidentes, especialmente durante o dia, quando saem em busca de alimentos. A presença dos gambás favorece os seres humanos porque eles se alimentam de espécies venenosas e peçonhentas como serpentes, escorpiões e aranhas, e tem a capacidade de comer milhares de carrapatos por semana. Além disso, esses mamíferos auxiliam na dispersão de sementes, o que contribui para o surgimento de novas árvores. Apesar disso, nessa época muitos gambás são vítimas de pauladas, conta a veterinária. Fabiana explica que os gambás são pacíficos e importantes para o equilíbrio natural do meio ambiente.


Imagem:

Fabiana Baggio / IAT-PR


Fonte:



8 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page