• TNews

Inadimplência Faculdades

Atualizado: 4 de Nov de 2020

O número de alunos de graduação com mensalidades em atraso subiu no primeiro semestre de 2020 no país.

Estudo realizado pelo Semesp, o sindicato de mantenedoras dos estabelecimentos de ensino superior, mostra que a taxa de inadimplência no ensino superior brasileiro privado ficou em 11% no período, valor 30% maior que nos mesmos meses do ano passado. Apesar da inadimplência ser maior em cursos de educação a distância (EaD), as mensalidades em atraso nos cursos presenciais apresentaram maior aumento nesse período, em torno de 33%. A inadimplência se deve à pandemia. Segundo o Semesp, a taxa de desistência temporária ou definitiva nos cursos de ensino superior foi de 10% no primeiro semestre, o que corresponde a um aumento de 15% na comparação com o mesmo período do ano passado. A taxa de novos alunos ingressando nas universidades privadas no segundo semestre caiu 20%, sendo uma redução de 38% para cursos presenciais e de 13% para cursos EaD. O impacto foi maior para as pequenas e médias instituições de ensino superior, com queda de 35,4%. Já as taxas de rematrícula sofreram queda de 89,7% no segundo semestre do ano, taxa 2,6% menor que no mesmo período de 2019. A pesquisa foi divulgada pela Agência Brasil.


Imagem: WIX

Fonte: Agência Brasil


#tnews #tnewsnoar #radiot #radiotparana #noticiasparana #marceloalmeida #robertacanetti

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo