top of page
  • Foto do escritorTNews

Inspeções em gatos de luz recuperaram R$ 46 milhões no Paraná em 2023

As ações da Copel, de combate ao furto de energia elétrica, por meio de gatos, detectaram 23 mil casos de irregularidades e desvios na medição do consumo. O balanço de 2023 foi divulgado ontem (06).

As autuações realizadas pela empresa possibilitaram a recuperação de R$ 46 milhões. De acordo com a Copel, a fiscalização é feita a partir da análise de dados, observação técnica em campo e o uso de ferramentas que conseguem indicar interferências, mesmo quando estão camufladas. O trabalho também é direcionado por denúncias anônimas, que podem ser feitas pelo 0800 51 00 116, na opção falar com um atendente. No ano passado, foram feitas quase 81 mil inspeções desse tipo em todo o Paraná. O montante de energia recuperada foi de 77,6 GWh (gigawatts-hora), que seria suficiente para abastecer um município com 30 mil habitantes. Ao constatar um procedimento irregular na medição de energia, conhecido como "gato", a regulação instituída pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) determina que as distribuidoras podem cobrar retroativamente a energia desviada por até 36 meses em valores corrigidos, acrescida de custos administrativos. O furto de energia elétrica é ainda crime previsto em lei, com pena de reclusão de um a cinco anos e multa.


Imagem:

WIX Imagens


Fonte: Assessoria de Imprensa da Copel



3 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page