top of page
  • Foto do escritorTNews

Paraná recebe primeiro lote de vacinas contra Mpox

O Paraná recebeu ontem (14), do Ministério da Saúde, o primeiro lote de vacinas Jynneos, para imunização contra Mpox. Foram enviadas 981 doses ao Estado. O público-alvo da campanha, que vai começar em todas as cidades, inclui pessoas com HIV com mais de 18 anos. Também estão no público-alvo profissionais que trabalham em laboratórios com nível de biossegurança 3 (NB-3), de 18 a 49 anos de idade.

Conforme recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), o imunizante também estará disponível nas unidades de saúde para pessoas que tiveram contato direto com fluídos e secreções corporais de pessoas suspeitas, prováveis ou confirmadas para Mpox, cuja exposição seja classificada como de alto ou médio risco. A vacinação vai ter duas etapas, com aplicação da primeira e segunda dose dentro de um intervalo de quatro semanas. As doses enviadas atendem metade dos paranaenses que se enquadram no público-alvo. A Mpox é uma doença viral e a transmissão entre humanos ocorre principalmente por meio de contato com lesões de pele de pessoas infectadas. A infecção causa erupções que geralmente se desenvolvem pelo rosto e depois se espalham para outras partes do corpo. Os principais sintomas envolvem febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, linfadenopatia, calafrios e fadiga. Ao todo, o Estado soma 301 casos positivos da doença, sendo 286 confirmações no público masculino e 15 resultados positivos em mulheres. Em todo o Brasil, foram distribuídas 47 mil doses da vacina. Os casos da doença estão em queda em todo o mundo e no Brasil. As informações são da Agência Brasil e da Agência Estadual de Notícias.


Imagem:

Ari Dias / AEN


Fonte:





6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page