top of page
  • Foto do escritorTNews

Prefeitura de Curitiba anuncia instalação de composteiras em ecopontos da cidade

A prefeitura de Curitiba vai encaminhar para composteiras comunitárias os resíduos domiciliares orgânicos que podem ter reaproveitamento. A ideia é reduzir o uso de aterros sanitários e a emissão de gases do efeito estufa. As composteiras vão ficar nos ecopontos, locais destinados para receber resíduos de construção e vegetais. Os ecopontos Uberaba, Érico Veríssimo e Cajuru são os primeiros.

A implantação nos oito locais restantes será feita de forma gradativa. Os moradores vão ser convidados a colocar na composteira resíduos orgânicos, como restos de comida, cascas e restos de frutas, de legumes e verduras (todos crus), cascas de ovos, filtros e borra de café, saquinhos de chá e restos de folhas. O material pode ser levado todos os dias ou conforme o interessado preferir. Baldes ou sacolas compostáveis podem ser utilizados para levar ou para acondicionar o material até que ele seja encaminhado aos ecopontos. O composto resultante será usado como adubo pela própria comunidade, em atividades de cultivo ou jardinagem. Hoje, são encaminhadas ao aterro sanitário, em média, 40 mil toneladas de resíduos orgânicos por mês. A rigor, o lixo orgânico não deveria ir para o aterro sanitário, que deveria ser destinado apenas para aqueles lixos que não podem ter uma nova destinação, como fraldas descartáveis e embalagens sujas de alimentos. O programa ainda vai incluir grandes geradores, como restaurantes e comércio de alimentos.


Imagem:

Daniel Castellano / SMCS


Fonte:



3 visualizações0 comentário
bottom of page