• TNews

Pressão Região Metropolitana

Representantes da Prefeitura de Curitiba se reuniram ontem com lideranças de municípios da Região Metropolitana, para pressionar que as demais cidades também adotem medidas mais restritivas de combate à covid-19. A justificativa da pressão é que a falta de adesão das cidades vizinhas compromete os resultados da bandeira vermelha na capital.

Na reunião por videoconferência, a Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba o decreto de Curitiba, que serviria de parâmetro para os demais. O sistema de saúde de Curitiba recebe um grande percentual de pacientes da Região Metropolitana. No caso de traumas, esse pacientes representam 65% dos atendimentos. Ontem, a prefeitura de Curitiba anunciou que as UPAs só vão atender internamentos de covid-19. Algumas unidades básicas de saúde passaram a atender casos de urgência e emergência. E os prontos-socorros municipais só estão recebendo pacientes graves encaminhados pelo Siate ou Samu. Ontem a taxa de ocupação dos leitos de UTI SUS covid estava em 104% na capital. Já a ocupação de leitos de enfermaria para pacientes com covid chegou a 91%, com apenas 69 leitos vagos.


Imagem: Ystallonne Alves

Fonte: PMC


#tnews #tnewsnoar #radiot #radiotparana #noticiasparana #marceloalmeida #robertacanetti #marlethsilva

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo