top of page
  • Foto do escritorTNews

Projeto da SPVS ultrapassa meta de restaurar 335 hectares de Mata Atlântica

O projeto Conexão Araucária, da Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS) recuperou, até o último mês de junho, 335 hectares de Mata Atlântica do Paraná. O financiamento do projeto foi feito pela empresa japonesa JTI e pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

O trabalho iniciado em 2018 auxilia produtores rurais a recuperar Áreas de Preservação Permanente (APPs) de pequenas propriedades na Floresta com Araucária e nos Campos Naturais. Os produtores rurais foram orientados sobre como adotar boas práticas de conservação e atender aos critérios do Programa de Recuperação Ambiental do Paraná de acordo com o Código Florestal brasileiro. No total, 205 proprietários rurais de oito municípios foram envolvidos nas ações do projeto, entre eles São Mateus do Sul, Rebouças, Rio Azul, Mallet, São João do Triunfo, Paulo Frontin, Paula Freitas e Palmeira. O Conexão Araucária também atuou em unidades de conservação públicas e privadas. No Parque Ambiental Salto da Pedreira, em Rio Azul, foram 10 hectares recuperados e mais de 2 mil mudas plantadas. Na Floresta Nacional de Piraí do Sul, mais de 53 mil mudas foram plantadas em 46 hectares. Na Reserva Particular do Patrimônio Natural Meia Lua, em Ponta Grossa, foi feita a restauração em 76 hectares, utilizando técnicas de retirada de espécies exóticas invasoras e o plantio de 728 mudas.


Imagem:

Divulgação


Fonte: Assessoria de Imprensa



13 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page