• TNews

Roberto Küster apresenta repertório em show no MON

O cantor e compositor de Guarapuava (PR), que foi um dos destaques do programa The Voice, traz a Curitiba as músicas do álbum “World by a Six String” e composições lançadas durante a pandemia.

Na noite de 11 de junho, véspera do Dia dos Namorados, o cantor e compositor paranaense Roberto Küster estará em Curitiba (PR) para apresentar o repertório em show no auditório do Museu Oscar Niemeyer. A apresentação no MON vai reunir faixas do álbum “World by a Six String” e músicas lançadas durante a pandemia, além de canções inéditas, que serão gravadas em 2022. A playlist inclui, ainda, músicas das bandas de Folk, Indie Rock e Pop Rock que mais influenciaram o jovem artista, como Coldplay e John Mayer.


De Guarapuava, no Paraná, o Roberto Küster ficou conhecido em todo o Brasil com a participação no programa de televisão The Voice. Depois do reality show, o cantor e compositor gravou seu primeiro álbum, com 10 músicas autorais. O disco foi produzido em Milão, na Itália, e Nashville, nos Estados Unidos, onde o artista fez as gravações pela Black Bird, um dos mais importantes estúdios de música do planeta. Em 2020, Küster fechou com a gravadora paulista Midas, para a distribuição do álbum no Brasil e gravou três novas músicas, com a direção de Rick Bonadio.


Durante a pandemia, o cantor e compositor gravou três novas músicas, que foram apresentadas aos fãs nas redes sociais e plataformas de streaming musical, como Spotify, Amazon e Deezer. Com as restrições do período mais crítico da covid-19 no Brasil, o artista conquistou novos fãs nos últimos dois anos com a divulgação do trabalho na Internet. Ele agora pretende compartilhar as criações com o público em apresentações presenciais. “Não vejo a hora de apresentar meu trabalho da melhor maneira: perto da plateia. É uma alegria voltar a ter esse ‘olho no olho’ com o público, que me acompanhou nos últimos dois anos apenas virtualmente. O show em Curitiba é parte de um recomeço, que é a retomada da agenda de shows”, comemora.


Home studio na fazenda

Além de retomar as apresentações, Roberto Küster prepara uma novidade para 2022. Ele fará a gravação de três novas músicas em um home studio, que será montado na fazenda da família, em Guarapuava. A proposta é aproveitar os recursos tecnológicos disponíveis, que permitem produzir músicas de altíssima qualidade, de forma experimental. O impulso para colocar em prática esse plano irreverente veio depois do Grammy Awards 2020. A edição premiou, na categoria Melhor Álbum, o disco de Billie Eilish “When We All Fall Asleep, Where Do We Go?”, gravado em um home studio. “Foi mais uma prova de que é possível produzir algo tecnicamente bem feito em um estúdio montado em casa. Além do caráter de pesquisa e estudo, isso vai me permitir realizar o sonho de gravar no meu lugar favorito, em meio à tranquilidade do campo, com os sons da natureza, lareira, fogão à lenha e tudo mais. O ambiente tem tudo a ver com o meu trabalho, que tem como marca a suavidade de uma produção musical mais orgânica”, diz Küster.


Todo o processo vai ser documentado, desde a montagem do estúdio à finalização das gravações. “Com as filmagens, quero garantir que a experiência possa ser compartilhada com o público e também com outros artistas, que podem se beneficiar da ideia”, planeja.


Música que faz bem

A história de Roberto Küster com a música começou bem cedo, com o incentivo da família. O cantor cresceu ouvindo o pai tocar violão e herdou da mãe a paixão pela música. Aos oito anos, ele começou a estudar o mesmo instrumento e iniciou as aulas de canto. Durante um intercâmbio aos Estados Unidos, ele compôs as primeiras três músicas. Na época, tinha apenas 16 anos de idade. Na volta da viagem, começou a tocar em bares da cidade natal, chamando atenção do jornalista Jauri Gomes e de Jair Petry. Admirados com o talento de Küster, eles o incentivaram a procurar um produtor artístico. E, depois de ser apresentado a Sérgio Carrer - produtor de vários famosos, incluindo a dupla Sandy e Junior -, Küster deslanchou.


Aos 19 anos - já com dois EP´s gravados - Roberto Küster participou do The Voice e conquistou fãs por todo o Brasil com o timbre de voz “sereno” e o jeito tranquilo de cantar. Em 2018, o paranaense realizou o sonho de gravar seu primeiro álbum autoral. Nos anos seguintes, montou um repertório que inclui músicas lançadas em 2020 e 2021, compostas na calmaria da fazenda, no período de isolamento social. Uma das músicas, “Shoulder to cry”, foi compartilhada milhares de vezes pelo público, como uma mensagem de apoio no momento difícil da pandemia. O resultado foi o crescimento do artista entre um público amplo, que vai dos adolescentes à faixa etária dos 40 aos 50 anos.


Entre comentários e mensagens que o artista recebe diariamente nos diferentes canais na Internet, algumas manifestações dos fãs confirmaram que Küster escolheu o caminho certo para o propósito que tem com sua música. “Já recebi mensagens de fãs que disseram que minhas canções os ajudam a lidar com a ansiedade e a depressão. Na pandemia, foram muitas mensagens contando que as composições foram um alento no período de reclusão. Uma das mensagens que mais me marcaram foi de uma fã que sofria de insônia e que contou que minhas músicas a ajudaram a acalmar o coração e dormir melhor. É exatamente isso que eu busco: criar músicas que façam bem às pessoas”, define.


Apresentação no MON

A apresentação de Roberto Küster em Curitiba está marcada para o dia 11 de junho, às 19h, no auditório Poty Lazzarotto, no MON. Não haverá venda de ingressos e as reservas de lugares podem ser feitas diretamente com a produção do espetáculo, respeitando a capacidade de público no auditório.


SERVIÇO

Show de Roberto Küster


Data: Sábado, dia 11/6, às 19h.

Local: Museu Oscar Niemeyer - Auditório Poty Lazzarotto.

Rua Mal. Hermes, 999 - Centro Cívico, Curitiba (PR).


Reserva de ingressos, pelo WhatsApp: (41) 99984-2070 e (42) 98842-2705.


#tnews #tnewsnoar #radiot #radiotparana #noticiasparana #marceloalmeida #robertacanetti #marlethsilva

97 visualizações0 comentário