• TNews

Atlas Rural

Como parte das comemorações dos 100 anos do Censo Agropecuário, o IBGE lançou a segunda edição do Atlas do Espaço Rural Brasileiro. Utilizando várias fontes, o trabalho do IBGE mostra que embora a maioria das propriedades rurais esteja nas mãos dos pequenos proprietários, eles ocupam uma porção pequena das terras devido ao fenômeno da concentração fundiária.

No outro extremo, apenas 0,3% das propriedades têm área de mais de 2.500 hectares e ocupem 32,8% da área total da agropecuária do país. O melhor exemplo deste fenômeno está na região Centro-Oeste, onde a média de área dos estabelecimentos é quase cinco vezes maior do que a média nacional. O motivo é que a região se caracteriza pela pecuária ultraextensiva e pela produção de commodities de soja e de milho. A pecuária, inclusive, é a principal atividade no campo brasileiro, ocupando mais terras que a agricultura. Uma novidade trazida pelo Atlas são as diferentes formas de complementação da receita dos estabelecimentos agropecuários, como turismo rural, exploração mineral, atividade de artesanato, entre outras. Os estados em que essas atividades complementares são mais presentes são Paraná, Rio Grande do Sul e Minas Gerais.


Imagem: Red Barn

Fonte: IBGE


#tnews #tnewsnoar #radiot #radiotparana #noticiasparana #marceloalmeida #robertacanetti #marlethsilva

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo