• TNews

Pesca Proibida

O período de restrição à pesca de espécies nativas no Paraná, a chamada piracema, já está em vigor. A proibição vale até 28 de fevereiro de 2022. Durante o período de quatro meses, a maioria das espécies nativas se reproduz.

Por isso, a pesca nesses meses provoca redução da população de peixes e pode levar ao desaparecimento das espécies. São protegidas todas as espécies nativas do Estado, como bagre, dourado, jaú, pintado, lambari, mandi-amarelo, mandi-prata e piracanjuva. Não entram na restrição as espécies consideradas exóticas, que foram introduzidas no meio ambiente pelo homem, como bagre-africano, apaiari, black-bass, carpa, corvina, peixe-rei, sardinha-de-água-doce, piranha-preta, tilápia, tucunaré e zoiudo, além de híbridos, que são organismos resultantes do cruzamento de duas espécies. Considerando o comportamento migratório e de reprodução, a pesca é proibida na bacia hidrográfica do Rio Paraná, que compreende o rio principal, seus formadores, afluentes, lagos, lagoas e reservatórios. Quem for flagrado pescando será enquadrado na lei de crimes ambientais, com aplicação de multa e apreensão de material de pesca.


Imagem:

WIX Imagens


Fonte:https://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=116321&tit=Pesca-de-especies-nativas-esta-proibida-ate-fevereiro-no-Parana


#tnews #tnewsnoar #radiot #radiotparana #noticiasparana #marceloalmeida #robertacanetti #marlethsilva

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo